Roupa debaixo da roupa

Se eu falar pra você de anágua, você vai lembrar:
( ) da sua avó
( ) da sua mãe
( ) do feed do Instagram

Se você optou pela primeira ou segunda opção, saiba que você está um tanto antiquada, porque as anáguas voltaram com força total!

A história começou com a trend de usar sutiãs rendados aparecendo por baixo das camisas. Depois foram as camisolas com decote e barra rendada por baixo dos vestidos e finalmente lembramos das anáguas que nossas avós usavam por baixo das saias. Essas peças estão sendo chamadas de middlewear, como roupa do meio (entre as peças íntimas e o look) e fica lindo! É um detalhe sutil e super sexy que dá outra cara pro look de imediato!

A minha middlewear é um vestido branco customizado! Ele era longo e veio junto com um vestido estampado, mas nunca usava. E tenho uma chemise linda, que era louca pra usar como vestido mas achava curto. Comprei um pedaço de renda branca (que não custou $10), pedi pra mamis cortar e voilá minha camisola estava pronta para ser usada! Agora o projeto é uma anágua saia preta! 😉

As anáguas, camisetes e camisolas são peças que podem dar uma cara muito mais sexy ao look sem vulgarizar, além de te deixar mais confortável para usar saias mais curtas, com fendas ou blusas mais decotadas. Um pedacinho de renda que revela sem mostrar e te deixa mais segura e fashion!

Test Drive | Máscara Negra Facial Clearskin Avon

De uns tempos pra cá (mais precisamente depois dos 30) estou mais cuidadosa com a pele, principalmente a do rosto, por isso estou sempre procurando produtos e tratamentos que ajudem a tratar da minha pele que é bem oleosa. E assim as máscaras faciais entraram na minha vida. Além das máscaras de argila (branca e verde), fiquei bem tentada com a Máscara Negra Facial Clearskin da Avon. Ela, que é direcionada para o controle de brilho e poros, possui minerais e extrato de hamamélis e eucalipto na formulação, que segundo a embalagem, atrai e remove a oleosidade dos poros obstruídos, ajudando a purificar a pele. A indicação é usar de 2 a 3 vezes por semana.

Achei a máscara é bem gostosa de aplicar, tem uma textura bem fina e não pesa na pele. O efeito tensor depois que seca (fica cinza clara) não é tão forte, o que as vezes, nas máscaras de argila pura acaba incomodando. O cheiro é bem fresquinho e refrescante mas não é forte o suficiente para incomodar. A pele ficou bem sequinha, até um pouco ressecada, mas nada que seja exagerado: ficou aquela sensação de pele bem limpa. Passei o meu hidratante facial depois e a pele ficou viço, aquele brilho de pele hidratada.

Antes x Depois – dá pra perceber a pele mais clara por conta do ressecamento.

Paguei $15,99 e, em comparação com as outras máscaras do mercado (L’Oreal, Vichy, Oceane) é bem mais barato. Mas funciona muito! Pra quem tem a pele um pouco mais seca talvez seja forte demais, mas achei que a minha pele ficou bem mais sequinha durante o resto do dia! #aprovado

MET GALA 2018

Apenas porque não dá pra ignorar esses dois looks:

 

Rihanna, em um modelo Maison Margiela de Jonh Galliano, todo bordado. O ponto alto? A mitra, adereço de cabeça usado pelo papa, sem contar que ela chegou ao evento de Papa-Móvel! Sim, ela é a papisa da moda e só nos resta dizer amém!

Não menos imponente, Blake Lively com esse tesouro de vestido Versace, que para não amassar a peça teve que ir ao evento de ônibus! Blake costuma ser implacável quando o assunto é red carpet, não erra nunca e sempre deixa todo mundo de queixo caído!

Um outro fator muito importante: ambas seguram muito bem os looks! Rihanna com a polêmica e a dramaticidade e Blake com a classe e a postura perfeita (além de serem lindas, é claro). Mas é muito importante que a roupa combine com o que você é e que você esteja confortável com o que ela representa, com a imagem que ela passará para as pessoas. Nesses dois casos fica bem claro que a segurança é um item indispensável quando colocamos o pé na rua, independente do evento ou do look! 😉

Sobre dançar na chuva

Dia desses, voltando da padaria, vi meu reflexo na janela de um carro e me achei linda. O cabelo, o rosto, o corpo. Achei um ótimo conjunto da obra. Daí parei pra pensar sobre e percebi que tenho me achado linda ultimamente. Mas não é linda quando estou me arrumando pra sair com o boy, que geralmente é quando capricho mais, mas linda quando acordo de manhã e me olho no espelho do lado da cama, ainda com o rosto inchado e sem lavar, com o cabelo bem bagunçado. O que acontecia de vez em quando está se tornando cada vez mais frequente.

Acredito que isso tenha a ver com a danada da maturidade. Sim, não é só rugas que a idade traz! Com o passar do tempo vamos nos conhecendo e nos aceitando do jeito que somos, enxergando beleza em cada linha, em cada detalhe. E quando eu digo aceitar não significa que deixamos de querer mudar certas coisas! Eu continuo incomodada com a minha barriguinha saliente, mas a diferença é que hoje eu sei que ela não é tão mal assim. Se eu conseguir aquele abdômen dos sonhos vai ser incrível, mas se não tudo bem! A gente continua querendo melhorar visualmente, mas a pressão é cada vez menor. A gente se sente mais livre!

Na sexta passada eu participei de um processo seletivo para uma vaga de estágio em uma grande agência, e fui perguntada sobre como lidar com o fato de voltar a ser estagiária aos 30 anos (quase 31) e disse que estava tudo bem porque eu tinha em mente que recomeçar minha carreira significava voltar algumas casas e que hoje, eu me sentia muito mais tranquila. E surgiu a palavra calma. Que a idade nos traz essa sensação que está tudo bem, que vai ficar tudo bem.

Isso não significa que não existem dias ruins, eles existem sim! Só que se antes eu entrava em desespero achando que o mundo ia acabar, hoje eu sei que é só uma tempestade que vai passar, como tudo na vida. Saber que nada é pra sempre talvez seja o melhor aprendizado dessa fase, faz com que a gente se desprenda de conceitos, de certezas e de medos que nos atrapalham a ver o sol nascendo no horizonte todos os dias. Essa é a única certeza que temos, que o amanhã sempre chega!

The winter is comming!

É apenas impossível pensar na chegada do inverno e não vir essa frase a mente. O saudoso Ned Stark sabia de muitas coisas e uma delas é que o inverno sempre está por vir. E segundo as previsões, poderá se um dos mais fortes dos últimos 100 anos. Então está mais do que na hora de começar a pensar em casacos!

Fiquei pensando na variedade imensa de casacos que tenho e quais eu acho que são um bom investimento, aqueles que você compra e usa por várias estações (porque eu não sei de vocês, mas eu uso roupas por MUITO tempo), e fiz uma wishlist do que vale a pensa ter no armário, que dá pra usar em várias ocasiões.

Jaqueta de couro é o tipo de roupa que é um investimento pra vida!! É super estilosa, combina com tudo além de te manter muito aquecida. Comprei a minha na C&A há 3 anos e não me arrependo por nada! O modelo mais incrível é esse aqui, o motorcycle.

O trench coat é um casaco clássico e que nunca sai de moda! Criado pela Burberry para os soldados ingleses durante a Segunda Guerra, é o tipo de roupa que dá um up em qualquer look (está na minha lista, mas vai demorar um pouco pra chegar)!

Outro clássico é o casaco clássico. Geralmente de feltro ou de outro tecido mais grosso, com um tamanho que cobre o bumbum, é perfeito para aqueles dias que está frio de verdade, praticamente congelando. Ele vai por cima das blusas que aquecem e ajuda a proteger do vento (além de ficar super chic!).

Outro queridinho e super estiloso é o casaco de pelo (ou pele) fake. Deixa o look com aquele jeitinho boho, mais descolado, bem menos formal e por ser colete dá pra colocar por cima de blusas de malha mais grossas e jaquetas fazendo um visual de camadas sem parecer uma bagunça.

Aliás look de camadas é um item bem interessante, principalmente em cidades como São Paulo que costumam ter 3 climas no mesmo dia. Uma blusa de manga comprida mais fina, uma malha média e um casaco te salvam quando faz aquele calor durante a tarde, mas a manhã e a noite são bem geladas. E não dá pra esquecer dos complementos como lenços, cachecóis, golas, toucas, gorros, boinas e luvas. Tudo isso é de extrema importância quando as temperaturas ficam abaixo de 10 graus.

Hoje eu conto com um guarda-roupa recheado: tenho dois casacos “cobre popozão”, um casaco curto, uma jaqueta jeans e duas jaquetas de couro, todos em tons neutros que combinam com tudo! Além é claro de várias malhas e lenços. Então me sinto preparada para quando as temperaturas caírem e surgirem aqueles típicos dias de inverno: céu completamente azul, com sol frio e muito vento, que é gelado mas eu amo! ♥

Estilo Infinito!

Sorry, não resisti ao trocadilho infame! Os Vingadores: Guerra Infinita, o filme mais esperado do ano estréia amanhã, 26 de abril, e  o mundo inteiro está desesperado para saber o que vai acontecer quando Thanos chegar por essas bandas…. Mas dia 24 teve premiere em Los Angeles com o clássico purple carpet da Marvel e muitos looks lindos, olha só:

Angela Basset – Rainha Ramonda
Brie Larson – (futura) Capitã Marvel
Danai Gurira – Okoye (Dora Milaje)
Elizabeth Olsen – Feiticeira Escarlate
Evangeline Lilly – Mulher Vespa
Gwyneth Paltrow – Srta Pepper
Letitia Wright – Shuri
Scarlet Johansson – Viúva Negra
Pom Klementieff – Mantis
Zoe Saldana – Gamora

As supergirls investiram em looks com macacões e calças e vestidos que saíram um pouco do clássico de red carpet. Zoe Saldana e Angela Basset pra mim foram as mais incríveis, mas o vestido vermelho de Danai Gurira merece uma menção honrosa! Eu, que não gosto de vermelho, estou aqui apaixonada!

Eu estou aqui contando os minutos para ver esse filme. A expectativa é a mais alta possível! Afinal são 18 filmes e 10 anos de Universo Cinematográfico Marvel que, pela primeira vez junta todos os heróis e seus mundos em um filme só. Então só vem #Avengers

SPFW | Água de Coco

Faz muito tempo que não faço cobertura de semana de moda por aqui. Por falta de tempo e por achar um pouco mais do mesmo: looks, tendências, apostas, etc. Assim como a maiorias das blogueiras e canais de moda fazem. Daí cansei. Não via tanto sentido em colocar aqui (uma das coisas que mais mudaram na concepção do que eu quero pra esse espaço é que postar só por postar não faz sentido, então por que fazer?).

Mas essa temporada vou abrir uma exceção para o desfile incrível da Água de Coco no último sábado: além de peças maravilhosas e super usáveis (depoimento de um amigo que estava na primeira fila do desfile), teve um casting diverso e empoderador e Anitta!

Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE
Agua de Coco por Liana Thomaz
SPFW N45
Verao 2019
foto: Ze Takahashi / FOTOSITE

Anotações para o verão 2018/2019: babados e cores intensas! A Água de Coco é de longe uma das grifes que mais me identifico quando o assunto é biquíni: as peças são bonitas mas sem grandes complicações ou detalhes que deixam difícil de usar. É biquíni, sunga, maiô, com uma graça aqui, uma informação de moda acolá, mas completamente possível e usável e totalmente desejável!

Corzinha de Saúde

Eu não sei de vocês, mas eu SEMPRE tive dificuldade para usar blush. Nunca encontrava um tom bacana. Os rosas eram pálidos demais, os pêssegos não combinavam… Enfim usava um pó bem bronze ou um batom vinho com batidinhas. Além de ter pouquíssimas ou nenhuma referência de maquiagem na TV ou nas revistas para me inspirar.

Mas graças a Deusa o tempo passou e as coisas mudaram muito! Hoje temos muita, mas muita mulher linda pra gente acompanhar! Ontem mesmo fiquei assistindo uma live da Taís Araújo no Instagram enquanto ela era maquiada para a capa da Boa Forma de maio pra aprender mais. Mas o mercado também oferece boa quantidade de produtos pensados para mulheres negras. Ainda não é o ideal mas vejo que aos poucos, estamos caminhando. Finalmente as empresas de cosméticos se ligaram para o potencial de consumo de 8,2% da população brasileira, que precisa de produtos pensados para as suas necessidades. Porque apesar de sermos iguais, somos diferentes. Então por que nossas maquiagens devem ser iguais?

Geralmente a pele negra tem o subtom quente, por isso tons terrosos e avermelhados são os mais indicados. Mas se você é como eu que tem o subtom de pele frio, pode apostar em tons fechados como uva, beterraba e afins.

 

Esses são os meus: da Vult 12 (um tom de pêssego mais coral) e 09 (uva), da MaxLove 20 Buffer (roxo beem escuro) e da Luislance (Duo Secret cor C) que basicamente uso o tom mais avermelhado. Gosto de usar tons mais quentes no verão e mais escuros no inverno pra dar um efeito mais bronzeado ou mais avermelhado de frio. Mas sempre de forma leve e natural porque blush marcado não combina comigo.

Mas dá pra ir muito além do que o básico: rosas mais claros e luminosos, laranjas, vermelhos intensos… Tudo é uma questão de tentativa e adaptação. Se você curtiu use e seja feliz! A maquiagem é pra ser divertida e não uma regra, ok? 😉

Test Drive | Lavitan Hair Mais

Comecei a tomar o Lavitan Mais Hair em 28/02 depois de ver vários comentários falando muito bem do produto. Como eu tenho pouco cabelo, fios com química e já estava pensando em trançar, decidi investir em um complemento vitamínico focado nos fios. Usei por 30 dias e o resultado foi super positivo para as unhas: ficaram muito mais fortes e cresceram muito mais rápido! Mas eu nunca tive problemas com elas, aliás o crescimento delas é bem bacana e desde que eu comecei a usar a base da Casco de Cavalo nunca mais tive problemas (elas quebram as vezes sim, mas quando o impacto é muito forte, nunca mais quebraram por fraqueza).  Já nos fios, confesso que não vi a menor diferença nem no crescimento dos fios, nem na diminuição da quebra.

Resultado: aprovado em partes. Funcionou muito bem para as unhas, mas para o cabelo que era o meu foco, não rolou! 😦

Trancei, e agora?

Pois então, trancei o cabelo!!

Uma semana depois (foram mais de 8 horas sentada ), ainda estou sentindo o couro cabeludo um pouco dolorido, mas já está ótimo! As tranças foram feitas bem firmes para não soltar com facilidade… Mas e agora, cuida como?

Das outras vezes que tinha trançado o cabelo seguia um ritual de lavar o cabelo 1 vez por semana, diluindo o shampoo na água antes de passar nos fios e secar bem. Os cuidados continuam basicamente os mesmos, mas recebi um passo a passo incrível (obrigada Jhoy) de como lavar as tranças sem danificar:

  • Enxaguar bem o cabelo;
  • Não usar condicionador (depois que seca fica parecendo caspa);
  • Tirar o máximo possível de umidade com a toalha (várias) e secar o cabelo totalmente, seja no sol ou no secador (o cabelo úmido além de proliferar fungos, pode causar caspa de verdade e mofar!!);
  • Evitar usar água quente, principalmente se o fio utilizado não apropriado para temperaturas mais altas.

E por falar em fio, eu usei o cabelo jumbo, na cor 2. Ele suporta temperaturas mais altas e é um dos mais leves do mercado. Pra trançar todo o cabelo usei praticamente 3 pacotes (minhas tranças são mais finas).

Mas e o seu cabelo Laise, ta como? Então, ele tá em danificado e fragilizado. Com certeza vai quebrar muito quando eu destrançar, mas já estou preparada pra isso! O que eu estou fazendo é usar produtos que auxiliem no crescimento dos fios com fortalecedores. Agora estou usando o Tônico para Fortalecimento de Cabelos Queratrix da Gota Dourada e o Lavitan Hair e Unhas. O tônico eu coloquei em um spray pra facilitar a aplicação e aplico dia sim dia não na raíz. Já a vitamina, também estou tomando diariamente e comecei bem antes de trançar (contei lá no instagram, já está me seguindo? @lavieenfucsia). Já vi alguns resultados, mas isso é assunto para outro post!

Agora é cuidar e curtir as tranças e todos os visuais que elas me oferecem. Mas estou amando muito essa fase medusa!