Test Drive | Hidratante Facial Vita C Needs

DSC_0290.jpg

Depois dos 30 a gente começa a ficar meio bitolada com beleza. Não é que eu tenha ficado a louca, mas como o metabolismo e o corpo como um todo muda, a gente começa a buscar opções de cuidados para manter a pele e o corpo saudável!

E com isso chegamos na Vitamina C! Ela é a estrela da vez dos cosméticos por ter inúmeros benefícios para a pele:
– Combate aos radicais livres;
– Suaviza rugas e marcas de expressão;
– Clareia manchas e uniformiza o tom da pele;
– Contribui para a formação do colágeno, responsável pela firmeza da pele;
– Protege contra os raios UVA/UVB;
– Hidrata e ilumina a pele.

Contei no stories (me segue @lavieenfucsia) o quanto eu amei a amostra de sérum de Vitamina C da Anna Pegova que ganhei da minha esteticista, por isso estava em busca de algum produto com a substância que fosse mais viável e encontrei esse hidratante da Needs. Ele contém vitaminas C, A e E e promete revitalizar, nutrir e hidratar todos os tipos de pele, com ação antioxidante e estimulante do colágeno (cuja produção natural pelo corpo começa a cair depois dos 25!) por R$ 26,99.

DSC_0291.jpg

O que eu achei? Incrível!! A pele fica realmente mais hidratada e revitalizada, além de o quanto fica luminosa. Quer um bônus: usei a noite e amanheci com a pele bem mais sequinha que o normal! Achei que os resultados que tive em três aplicações foram bem significativos para o preço do produto que é super acessível! Ele tem uma textura ótima, espalha super fácil e tem um cheirinho suave e delicioso! Aliás, todos os produtos da Needs que usei foram muito positivos (troquei o Cotonetes pelas hastes fléxiveis de papel da marca, pelo apelo ecológico e fui surpreendida pela excelente qualidade).

Tenho usado dia sim/dia não a noite, alternando com outros produtos específicos para pele oleosa e durante o dia quando vou ficar em casa. Estou criando uma rotina de cuidados, não só da pele do rosto, mas do corpo todo! É bem complicado (sou a sra preguiça para fazer tudo isso, mas estou me esforçando bastante porque é super importante), mas aos poucos eu assimilo e se tudo der certo isso vira um hábito.

Congelando as gordurinhas!!

Com certeza vocês já ouviram falar de criolipólise né? Uma técnica que usa o gelo para eliminar a gordura localizada e promete resultados incríveis no ato, sem maiores incômodos. Pois então, eu fiz! Não uma, mas duas vezes e vou contar o que eu achei.

A criolipólise basicamente é um aparelho que através de uma ventosa, suga a pele no local desejado (na primeira vez fiz nos flancos e na segunda na barriga) e congela esse local. As baixas temperaturas quebram as células de gordura que são mais facilmente eliminadas pelo organismo. Eu fiz a criolipólise de contraste, a diferença é que nessa terapia primeiro o local é aquecido à uma temperatura de 40ºC por 5 minutos e depois resfriado a -8ºC por 40 minutos. No final ainda tem o reaquecimento da região à 40ºC por mais 5 minutos. Assim há maior eliminação de gordura além de reduzir a possibilidade de reações adversas.
Mas dói pra fazer? Não e sim. O momento da sucção bem como o congelamento é bem tranquilo, a única parte que dói é o reaquecimento da área congelada. Os primeiros 3 minutos são bem doloridos, mas nada que não seja suportável.

Tá Laise, mas e aí? Funciona? A barriga ficou chapada? Gente o aparelho não faz milagre! Não saí da clínica com centímetros a menos de cara, mas com o passar dos dias percebi sim uma redução significativa da gordura nos flancos (aquela área nas costas sobre o bumbum), não está “sobrando” mais pra fora da calça como antes. A Kátia, esteticista da clínica me informou que para o resultado ser maior é preciso seguir alguns procedimentos pós-sessão: usar cinta modeladora, beber 2 litros de água (ajuda a eliminar a gordura pelo xixi), reduzir o consumo de carboidratos e praticar exercícios físicos. Confesso que na primeira sessão eu não segui as orientações tão corretamente, mas achei o resultado da criolipólise muito bom (afinal todo mundo sabe que aquela gordurinha dos flancos é bem complicada de tirar só com exercício e dieta). A sessão de crio na barriga foi na sexta-feira e estou seguindo as orientações com mais afinco dessa vez.

Se você estiver pensando em fazer uma sessão de criolipólise e estiver na dúvida, faça! Achei a experiência super positiva e acho que vale o investimento para eliminar 40% de gordura localizada em uma sessão de 50 minutos.

Serviço:
Essência Estética e Saúde - Kátia Kobayashi
Rua Cristiano Gonzales, 54 - Itapevi/SP
Tel.: (11) 98789-4693

Test Drive | Máscara Negra Facial Clearskin Avon

De uns tempos pra cá (mais precisamente depois dos 30) estou mais cuidadosa com a pele, principalmente a do rosto, por isso estou sempre procurando produtos e tratamentos que ajudem a tratar da minha pele que é bem oleosa. E assim as máscaras faciais entraram na minha vida. Além das máscaras de argila (branca e verde), fiquei bem tentada com a Máscara Negra Facial Clearskin da Avon. Ela, que é direcionada para o controle de brilho e poros, possui minerais e extrato de hamamélis e eucalipto na formulação, que segundo a embalagem, atrai e remove a oleosidade dos poros obstruídos, ajudando a purificar a pele. A indicação é usar de 2 a 3 vezes por semana.

Achei a máscara é bem gostosa de aplicar, tem uma textura bem fina e não pesa na pele. O efeito tensor depois que seca (fica cinza clara) não é tão forte, o que as vezes, nas máscaras de argila pura acaba incomodando. O cheiro é bem fresquinho e refrescante mas não é forte o suficiente para incomodar. A pele ficou bem sequinha, até um pouco ressecada, mas nada que seja exagerado: ficou aquela sensação de pele bem limpa. Passei o meu hidratante facial depois e a pele ficou viço, aquele brilho de pele hidratada.

Antes x Depois – dá pra perceber a pele mais clara por conta do ressecamento.

Paguei $15,99 e, em comparação com as outras máscaras do mercado (L’Oreal, Vichy, Oceane) é bem mais barato. Mas funciona muito! Pra quem tem a pele um pouco mais seca talvez seja forte demais, mas achei que a minha pele ficou bem mais sequinha durante o resto do dia! #aprovado

Sobre dançar na chuva

Dia desses, voltando da padaria, vi meu reflexo na janela de um carro e me achei linda. O cabelo, o rosto, o corpo. Achei um ótimo conjunto da obra. Daí parei pra pensar sobre e percebi que tenho me achado linda ultimamente. Mas não é linda quando estou me arrumando pra sair com o boy, que geralmente é quando capricho mais, mas linda quando acordo de manhã e me olho no espelho do lado da cama, ainda com o rosto inchado e sem lavar, com o cabelo bem bagunçado. O que acontecia de vez em quando está se tornando cada vez mais frequente.

Acredito que isso tenha a ver com a danada da maturidade. Sim, não é só rugas que a idade traz! Com o passar do tempo vamos nos conhecendo e nos aceitando do jeito que somos, enxergando beleza em cada linha, em cada detalhe. E quando eu digo aceitar não significa que deixamos de querer mudar certas coisas! Eu continuo incomodada com a minha barriguinha saliente, mas a diferença é que hoje eu sei que ela não é tão mal assim. Se eu conseguir aquele abdômen dos sonhos vai ser incrível, mas se não tudo bem! A gente continua querendo melhorar visualmente, mas a pressão é cada vez menor. A gente se sente mais livre!

Na sexta passada eu participei de um processo seletivo para uma vaga de estágio em uma grande agência, e fui perguntada sobre como lidar com o fato de voltar a ser estagiária aos 30 anos (quase 31) e disse que estava tudo bem porque eu tinha em mente que recomeçar minha carreira significava voltar algumas casas e que hoje, eu me sentia muito mais tranquila. E surgiu a palavra calma. Que a idade nos traz essa sensação que está tudo bem, que vai ficar tudo bem.

Isso não significa que não existem dias ruins, eles existem sim! Só que se antes eu entrava em desespero achando que o mundo ia acabar, hoje eu sei que é só uma tempestade que vai passar, como tudo na vida. Saber que nada é pra sempre talvez seja o melhor aprendizado dessa fase, faz com que a gente se desprenda de conceitos, de certezas e de medos que nos atrapalham a ver o sol nascendo no horizonte todos os dias. Essa é a única certeza que temos, que o amanhã sempre chega!

Corzinha de Saúde

Eu não sei de vocês, mas eu SEMPRE tive dificuldade para usar blush. Nunca encontrava um tom bacana. Os rosas eram pálidos demais, os pêssegos não combinavam… Enfim usava um pó bem bronze ou um batom vinho com batidinhas. Além de ter pouquíssimas ou nenhuma referência de maquiagem na TV ou nas revistas para me inspirar.

Mas graças a Deusa o tempo passou e as coisas mudaram muito! Hoje temos muita, mas muita mulher linda pra gente acompanhar! Ontem mesmo fiquei assistindo uma live da Taís Araújo no Instagram enquanto ela era maquiada para a capa da Boa Forma de maio pra aprender mais. Mas o mercado também oferece boa quantidade de produtos pensados para mulheres negras. Ainda não é o ideal mas vejo que aos poucos, estamos caminhando. Finalmente as empresas de cosméticos se ligaram para o potencial de consumo de 8,2% da população brasileira, que precisa de produtos pensados para as suas necessidades. Porque apesar de sermos iguais, somos diferentes. Então por que nossas maquiagens devem ser iguais?

Geralmente a pele negra tem o subtom quente, por isso tons terrosos e avermelhados são os mais indicados. Mas se você é como eu que tem o subtom de pele frio, pode apostar em tons fechados como uva, beterraba e afins.

 

Esses são os meus: da Vult 12 (um tom de pêssego mais coral) e 09 (uva), da MaxLove 20 Buffer (roxo beem escuro) e da Luislance (Duo Secret cor C) que basicamente uso o tom mais avermelhado. Gosto de usar tons mais quentes no verão e mais escuros no inverno pra dar um efeito mais bronzeado ou mais avermelhado de frio. Mas sempre de forma leve e natural porque blush marcado não combina comigo.

Mas dá pra ir muito além do que o básico: rosas mais claros e luminosos, laranjas, vermelhos intensos… Tudo é uma questão de tentativa e adaptação. Se você curtiu use e seja feliz! A maquiagem é pra ser divertida e não uma regra, ok? 😉

Test Drive | Lavitan Hair Mais

Comecei a tomar o Lavitan Mais Hair em 28/02 depois de ver vários comentários falando muito bem do produto. Como eu tenho pouco cabelo, fios com química e já estava pensando em trançar, decidi investir em um complemento vitamínico focado nos fios. Usei por 30 dias e o resultado foi super positivo para as unhas: ficaram muito mais fortes e cresceram muito mais rápido! Mas eu nunca tive problemas com elas, aliás o crescimento delas é bem bacana e desde que eu comecei a usar a base da Casco de Cavalo nunca mais tive problemas (elas quebram as vezes sim, mas quando o impacto é muito forte, nunca mais quebraram por fraqueza).  Já nos fios, confesso que não vi a menor diferença nem no crescimento dos fios, nem na diminuição da quebra.

Resultado: aprovado em partes. Funcionou muito bem para as unhas, mas para o cabelo que era o meu foco, não rolou! 😦

Trancei, e agora?

Pois então, trancei o cabelo!!

Uma semana depois (foram mais de 8 horas sentada ), ainda estou sentindo o couro cabeludo um pouco dolorido, mas já está ótimo! As tranças foram feitas bem firmes para não soltar com facilidade… Mas e agora, cuida como?

Das outras vezes que tinha trançado o cabelo seguia um ritual de lavar o cabelo 1 vez por semana, diluindo o shampoo na água antes de passar nos fios e secar bem. Os cuidados continuam basicamente os mesmos, mas recebi um passo a passo incrível (obrigada Jhoy) de como lavar as tranças sem danificar:

  • Enxaguar bem o cabelo;
  • Não usar condicionador (depois que seca fica parecendo caspa);
  • Tirar o máximo possível de umidade com a toalha (várias) e secar o cabelo totalmente, seja no sol ou no secador (o cabelo úmido além de proliferar fungos, pode causar caspa de verdade e mofar!!);
  • Evitar usar água quente, principalmente se o fio utilizado não apropriado para temperaturas mais altas.

E por falar em fio, eu usei o cabelo jumbo, na cor 2. Ele suporta temperaturas mais altas e é um dos mais leves do mercado. Pra trançar todo o cabelo usei praticamente 3 pacotes (minhas tranças são mais finas).

Mas e o seu cabelo Laise, ta como? Então, ele tá em danificado e fragilizado. Com certeza vai quebrar muito quando eu destrançar, mas já estou preparada pra isso! O que eu estou fazendo é usar produtos que auxiliem no crescimento dos fios com fortalecedores. Agora estou usando o Tônico para Fortalecimento de Cabelos Queratrix da Gota Dourada e o Lavitan Hair e Unhas. O tônico eu coloquei em um spray pra facilitar a aplicação e aplico dia sim dia não na raíz. Já a vitamina, também estou tomando diariamente e comecei bem antes de trançar (contei lá no instagram, já está me seguindo? @lavieenfucsia). Já vi alguns resultados, mas isso é assunto para outro post!

Agora é cuidar e curtir as tranças e todos os visuais que elas me oferecem. Mas estou amando muito essa fase medusa!

Por uma beleza LIVRE!

Adivinha quem está com cabelos novos? Sim, eu mesma! Pela primeira vez na vida estou usando tranças soltas no cabelo e estou AMANDO!

Mas como é que eu cheguei aqui? Quem acompanha o blog sabe, mas eu sempre alisei os fios. Em 2014 o cabelo estava muito fragilizado e eu cansada do combo escova + prancha, então resolvi trançar os fios para deixá-los crescerem naturalmente.

Numa tentativa de deixar os fios mais naturais fiz o Super Relaxante do Beleza Natural na busca por cachos bonitos e saudáveis. Meu cabelo ficava frisado (meu tipo de cabelo, 4C não faz cachos), mas com uma curvatura bacana.

Mas depois de um certo tempo, creio que, entre alguns motivos a forma de aplicar a química, os fios foram ficando cada vez mais finos e lisos, até que em meados do ano passado não tinha forma alguma. Solução? Voltei pra chapinha, mas por pouco tempo. Busquei formas de alisar os fios sem calor: bobes e touca! O cabelo ficava com a estrutura lisa, mas com volume e movimento e eu não tinha que sofrer com a chapinha, era só lavar, colocar os bobes e deixar secar naturalmente.

Não queria voltar ao Beleza Natural por conta do preço e fui pesquisar químicas que tivessem o mesmo princípio ativo e arrisquei fazer o relaxamento em casa sozinha. Adivinha o que aconteceu? O cabelo começou a quebrar muito e o cronograma capilar não estava ajudando. Então resolvi resetar o processo. Coloquei as tranças e vou, aos poucos, cortando o cabelo para remover a química. Pra ajudar no processo de crescimento dos fios vou usar tônicos capilares, óleo de rícino e vitaminas. A ideia é usar as tranças até o final do ano, sempre dando um tempo para os fios e o couro cabeludo descansarem (já tenho uma falha do lado direito por causa de usar tranças sem pausas).

O que eu vou fazer depois? Não sei! Por mais que eu tenha muita vontade de deixar o cabelo natural, eu não me tão bem com ele crespo. Talvez um relaxamento pra deixá-lo mais solto e frisado (nem tenho a esperança de ter cachos) ou mesmo liso, mas com volume e movimento (quem vier em casa no domingo vai me encontrar de cosplay da Dona Florinda). Mas o que eu tenho certeza é que não vou me submeter a nenhuma pressão pra determinar como usar meu cabelo. Se antes havia a ditadura do liso, hoje temos ainda as ditaduras do assuma seu natural e dos cachos. Só cabe a mim decidir o que e como eu gosto que meus cabelos fiquem e acho um absurdo que as pessoas, sejam elas quem for, se achem no direito de dizer o que eu devo ou não fazer. O fato de alisar os fios não me faz menos negra. Antes de tudo sou uma mulher livre que tem o direito de escolher o que acha melhor e mais bonito pra si!

Que tal deixar os pré conceitos sobre as coisas guardadas dentro de si e deixar que as pessoas tenham liberdade para ser quem elas desejam ser?

Test Drive | Linha Maria Natureza Salon Line

No finalzinho do ano passado, eis que ao chegar morta de um dia de muito trabalho, encontro uma caixinha da Salon Line na minha cama. E ela estava recheada com os produtos Maria Natureza, a nova linha da marca!

Além de uma taça e um cartão escrito à mão, vieram os produtos da linha Leite de Coco e Óleo de Monoi e Festival das Flores. Sabe o que eu achei?? Só amor!!

  • Shampoo Leite de Coco e Óleo de Monoi: apenas o melhor shampoo que já usei na vida! É muito maravilhoso!! Como a linha é toda vegana (sem sal, sulfato, parafina, parabenos, petrolato, silicone, óleos minerais e conservantes) o shampoo não faz espuma e de início foi estranho. Mas quando senti os fios super hidratados e limpos, não tive do que reclamar.
  • Condicionador Leite de Coco e Óleo de Monoi: ele completa o trabalho do shampoo, hidrata de forma leve e bem completa, além do cheiro maravilhoso.
  • Máscara Concentrada de Hidratação Leite de Coco e Óleo de Monoi: a máscara é super consistente e rende muito. Desembaraça os fios na hora e deixa tão macio que nem dá vontade de passar leave-in depois.
  • CC Cream 10 em 1 Festival das Flores: esse é o único produto que não é da mesma linha, que conta com hibisco, jasmim e flor de lótus. É um leave-in multifuncional 10 em 1: brilho, hidratação, reparação profunda, cabelos desmaiados, ação antifrizz, toque acetinado e macio, proteção térmica, selagem das pontas e cutículas e desembaraço. Passei e deixei o cabelo secar naturalmente e o brilho nos fios surpreendeu, além da leveza e disciplina. Quando passei a chapinha o frizz tinha diminuído consideravelmente a ponto de nem usar o reparador de pontas.

Todos os produtos da linha Maria Natureza já estão disponíveis em perfumarias e no e-commerce da empresa. Eu, que já estava afim de experimentar, vou colocar as outras máscaras (Festival das Flores e Poder das Castanhas) na lista de compras pra logo menos!! Aprovado com louvor!

Obs.: os produtos foram enviados pela marca, mas não houve nenhum tipo de acordo para a publicação dessa resenha. A avaliação reflete a minha real experiência com os produtos.

Beleza Natural | Toda Diva!

Já faz um bom tempo que não posto por aqui nada sobre os produtos do Instituto Beleza Natural. Continuo frequentado o salão (apesar do meu cabelo não estar mais cacheado),  mas há algum tempo não utilizada os produtos indicados pelas consultoras, porque não tinha gostado do resultado nos fios. Mas PRECISO contar sobre essa nova linha, a Toda Diva!. Gente, fiquei impressionada.

Começa com uma embalagem rosa linda (o nome do blog não é La Vie en Fúcsia por acaso), mas vai além disso. Os produtos são maravilhosos!

O shampoo limpa bem sem deixar aquele aspecto rígido, o condicionador foi amor a primeira vista, gente deixou os fios super alinhados e macios. Depois foi a vez da máscara hidratante, que é super consistente, e fiquei me perguntando se precisaria de leave-in depois, porque o cabelo ficou maravilhoso! Super macio, super sedoso e totalmente desembaraçado (e olha que meu cabelo é super fino). Por fim o creme de pentear que também é mais consistente mas não pesa e deixa o cabelo bem organizado.

Toda a linha tem óleo de coco na composição, não contém adição de sal e é livre de parabenos.

Agora a parte ruim: os frascos de shampoo e condicionador tem 300mL e o de creme de pentear 500mL (também tem uma versão de 300mL, ideal pra levar na mala). A quantidade é menor que os outros produtos, principalmente do creme de pentear. O kit custou R$55,00 e sim valeu cada centavo! #aprovado